Tour de France – 12ª etapa – Fougères – Tours

Rumo aos Alpes

A caravana da 100ª edição do Tour começa a atravessar a França rumo aos Alpes. Hoje, 218km separando Fourgères de Tours, passando próximo a Le Mans, ainda no noroeste francês. Fougères é conhecida pelo seu imponente castelo, Château de Fougères, próximo ao rio Nançon.  Tours é a principal cidade do centro da França e anualmente recebe a tradicional Paris-Tours, também conhecida como o Clássico dos Sprinters.

Realizada desde 1896, a Paris-Tours é mais antiga que o próprio Tour de France. Ano passado, o vencedor Marco Marcato (Vacansoleil) completou a edição de 2012 com uma média de 48,629km/h ao longo dos 230km do percurso, sendo o novo portador da Ruban Jaune (“Fita amarela”), dada ao recordista de velocidade em provas de mais de 200km. Dos 11 portadores desde que foi instituída, 8 foram em edições da Paris-Tours, incluindo os 4 últimos.

Château de Fougères

O percurso

218km bastante planos, sem montanhas categorizadas. O sprint intermediário fica a 52km do final. Apesar de fácil, o último km é bastante complicado, com duas curvas de 90 graus à direita, uma a 650m do final e outra a 450m, dificultando e muito a vida das escaleras (trens) das equipes.

Perfil da 12ª etapa.

Primeiros km, sprint intermediário e aproximação

Como nos outros dias, pouco após o início da prova temos a fuga do dia, com 5 atletas: Francesco Gavazzi (Astana), Romain Sicard (Euskaltel), Manuele Mori (Lampre), Juan Antonio Flecha (Vacansoliel) e Anthony Delaplace (Sojasun). Eles ganharam 1:45 de vantagem após apenas 8km. A 177km do final, a diferença já era de 8 minutos. A média na primeira hora de corrida foi de altos 47,2km/h. Mais adiante, Lotto, Omega e Argos se organizaram para buscar a fuga. Cannondale, do líder por pontos Peter Sagan, não tem nenhum interesse em ajudar nessa tarefa, preferindo que a fuga tenha alguma chance de ficar com a maior parte dos pontos disponíveis. Sagan entrou na etapa com 83 pontos de vantagem para André Greipel (Lotto).

No sprint intermediário, Gavazzi passa por Flecha para ficar com os 20 pontos. No pelotão, Mark Cavendish (Omega) fica à frente de Greipel, enquanto Sagan é espremido nas barreiras por um atleta da Vacansoleil. A 30km do final, a diferença cai para menos de 1 minuto. A 10km, a fuga é alcançada, mas Flecha ataca novamente e mantém 20 segundos e mais alguns minutos de TV para seu patrocinador. Aos 6km, quando várias divisórias e rotatorias na pista começam a dificultar a vida do pelotão, Flecha finalmente é alcançado. À frente do pelotão, Saxo-Tinkoff protege Contador.

Sprint

A 5km, duas rotatórias em sequencia esticam o pelotão. Na segunda delas, um atleta da Orica que puxava o pelotão cai. Por sorte, ninguém mais é atingido. Após essa última rotatória, Omega se faz presente com 7 atletas na frente do pelotão, contra 3 da Cannondale. Argos também traz Kittel com mais 3 companheiros. Um grande tombo divide o pelotão, já dentro da faixa de 3km para o final. Greipel não cai mas acaba preso atrás da queda. Dos favoritos restam Cavendish, Kittel e Sagan.

Na frente, Omega lidera o pelotão, com o trem da Argos à esquerda. Na última curva, o primeiro atleta da Omega se adianta muito, forçando Steegmans (Omega) a lançar Cavendish muito cedo. Esse atleta acabou indo p/ frente de Kittel, que assumiu a roda de Cavendish assim que o britânico passou, com Sagan logo atrás. Nos últimos metros, Kittel, para surpresa de muitos, consegue ultrapassar Cavendish e ganhar a etapa com meia roda de vantagem. 3ª vitória de Kittel nessa edição. Sagan em 3º, conquistando pontos importantes para defender a Maillot Vert.

Após a corrida, foi confirmada a suspeita de fratura na escápula direita de Edvald Boasson Hagen (Sky), que se envolveu no acidente próximo ao final. É a segunda baixa no time britânico, após Vasil Kiryienka ter ficado fora do tempo limite na 9ª etapa.

Tweets do dia

Resultados

3ª vitória de Kittel. Na classificação geral, de montanhas, por equipes e dos jovens, nenhuma mudança significativa. Nos pontos, graças a Gripel ter ficado preso no acidente, Sagan agora tem 96 pontos de vantagem para Cavendish.

Classificação da etapa

  1. Marcel Kittel (Ger) Team Argos-Shimano    4:49:49
  2. Mark Cavendish (GBr) Omega Pharma-Quick Step
  3. Peter Sagan (Svk) Cannondale Pro Cycling
  4. Alexander Kristoff (Nor) Katusha
  5. Roberto Ferrari (Ita) Lampre-Merida
  6. Daryl Impey (RSA) Orica-GreenEdge
  7. Jose Joaquin Rojas Gil (Spa) Movistar Team
  8. Yohann Gene (Fra) Team Europcar
  9. Juan Jose Lobato Del Valle (Spa) Euskaltel-Euskadi
  10. Samuel Dumoulin (Fra) AG2R La Mondiale

Classificação geral

  1. Christopher Froome (GBr) Sky Procycling    47:19:13
  2. Alejandro Valverde Belmonte (Spa) Movistar Team    00:03:25
  3. Bauke Mollema (Ned) Belkin Pro Cycling Team    00:03:37
  4. Alberto Contador Velasco (Spa) Team Saxo-Tinkoff    00:03:54
  5. Roman Kreuziger (Cze) Team Saxo-Tinkoff    00:03:57
  6. Laurens Ten Dam (Ned) Belkin Pro Cycling Team    00:04:10
  7. Michal Kwiatkowski (Pol) Omega Pharma-Quick Step    00:04:44
  8. Nairo Alexander Quintana Rojas (Col) Movistar Team    00:05:18
  9. Rui Alberto Faria Da Costa (Por) Movistar Team    00:05:37
  10. Jean-Christophe Peraud (Fra) AG2R La Mondiale    00:05:39

Classificação por pontos

  1. Peter Sagan (Svk) Cannondale Pro Cycling    307pts
  2. Mark Cavendish (GBr) Omega Pharma-Quick Step    211
  3. André Greipel (Ger) Lotto Belisol    195
  4. Marcel Kittel (Ger) Team Argos-Shimano    177
  5. Alexander Kristoff (Nor) Katusha    157
  6. Jose Joaquin Rojas Gil (Spa) Movistar Team    102
  7. Michal Kwiatkowski (Pol) Omega Pharma-Quick Step    101
  8. Juan Antonio Flecha Giannoni (Spa) Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team    97
  9. Edvald Boasson Hagen (Nor) Sky Procycling    88
  10. Danny van Poppel (Ned) Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team    87

Classificação das montanhas

  1. Pierre Rolland (Fra) Team Europcar    49
  2. Christopher Froome (GBr) Sky Procycling    33
  3. Richie Porte (Aus) Sky Procycling    28
  4. Nairo Alexander Quintana Rojas (Col) Movistar Team    26
  5. Mikel Nieve Ituralde (Spa) Euskaltel-Euskadi    21
  6. Alejandro Valverde Belmonte (Spa) Movistar Team    20
  7. Simon Clarke (Aus) Orica-GreenEdge    15
  8. Thomas De Gendt (Bel) Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team    14
  9. Peter Kennaugh (GBr) Sky Procycling    14
  10. Daniel Martin (Irl) Garmin-Sharp    13

Classificação dos jovens

  1. Michal Kwiatkowski (Pol) Omega Pharma-Quick Step    47:23:57
  2. Nairo Alexander Quintana Rojas (Col) Movistar Team    00:00:34
  3. Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale    00:06:53
  4. Andrew Talansky (USA) Garmin-Sharp    00:08:27
  5. Thibaut Pinot (Fra) FDJ.fr    00:31:43

Classificação por equipes

  1. Movistar Team    141:17:14
  2. Team Saxo-Tinkoff    00:04:34
  3. Belkin Pro Cycling    00:06:06
  4. Ag2R La Mondiale    00:11:53
  5. RadioShack Leopard    00:16:03

Ciclista mais combativo: Juan Antonio Flecha Giannoni (Spa) Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team

Próxima etapa

Amanhã, mais uma etapa plana rumo aos Alpes. Apenas uma montanha categoria 4 nos 173km separando Tours de Saint-Amand-Montrond. Provavelmente a última chance dos sprinters puros antes da última etapa em Paris.

Perfil da 13ª etapa.

2 comentários sobre “Tour de France – 12ª etapa – Fougères – Tours

  1. Pingback: Tour de France – 13ª etapa – Tours – Saint-Amand-Montrond | Ciclocoisas

  2. Pingback: Tour de France 2013 – Conclusão | Ciclocoisas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s