Tour de France – 3ª Etapa – Ajaccio – Calvi

Nota da redação: Hoje não pude acompanhar ao vivo a etapa, então segue um relato baseado no live feed do Cycling News e alguns feeds do Twitter.

Mais um dia de montanhas leves. Os 145km entre Ajaccio, final da etapa passada e Calvi, do outro lado da ilha, serpentearam entre as montanhas e colinas da Córsega, levando os ciclistas através de 5 montanhas, 4 delas categorizadas. Logo no começo, com 12km os ciclistas atravessaram a 4ª categoria Col de San Bastiano (3,4km, 4.6%) e encontraram na marca de 28,5km o sprint intermediário. Aos 58km, a categoria 3 Col de San Martino (7,5km, 5,4%), seguida pela também categoria 3 Côte de Porto (2km, 6,4%). Faltando 13km para o final, a categoria 2 Col de Marsolino foi uma parede no caminho dos sprinters puros com seus 3,3km a 8,1%. Como o INRNG lembrou no seu preview dessa 3ª etapa, na etapa 5 do Giro d’Italia havia uma montanha semelhante e vários sprinters sofreram com os últimos km da montanha.

Perfil da 3ª etapa.

Apesar do difícil dia anterior, todos os 198 ciclistas começaram a etapa, que, de acordo com rumores, poderia começar sob protestos, o que não aconteceu. Logo Liewue Westra (Vacansoleil) iniciou um ataque forte, sendo seguido por Sebastien Minard (AG2R), Alexis Vuillermoz (Sojasun), Cyril Gaultier (Europcar) e Simon Clarke (Orica). Antes mesmo da primeira montanha eles já tinham mais de 3 minutos de vantagem, com a RadioShack do líder, e vencedor da última prova, Jan Bakelants, mantendo a fuga sob controle. No sprint pela montanha, Clarke levou vantagem sobre Vuillermoz e ficou com o único ponto. Logo no início da prova também tivemos o primeiro abandono no Tour: Andrey Kaschechkin, da Astana.

No sprint intermediário, a fuga não disputa os pontos e Minard fica com os 20 pontos. No pelotão, o Maillot Vert Kittel fica à frente de Greipel e Sagan. A dúvida seria se ele conseguiria manter essa camisa depois do final, onde Sagan era um dos francos favoritos. Com 101km para o final, a vantagem da fuga era de 3:50.

Chegando à segunda montanha do dia, novamente uma disputa entre Clarke e Vuillermoz, com o primeiro novamente levando a melhor. Nesse ponto, a Saxo-Tinkoff liderava o pelotão até que a Sky se juntou, para evitar qualquer surpresa por parte de Contador, ainda que num estágio muito precoce da prova. Na terceira montanha, um déjà-vu, com Clarke ficando à frente de Vuillermoz e alcançando os mesmos 5 pontos de Rolland (Europcar) e Kadri (AG2R) na classificação das montanhas. Outro atleta a abandonar a etapa foi Yoann Bagot, da Cofidis.

No caminho para a última montanha, a RadioShack tomou a responsabilidade de trazer a fuga de volta, sendo seguida de perto por Sky, Saxo-Tinkoff e BMC, que posicionavam seus líderes Froome, Contador e Evans de forma a evitar possíveis quedas nas infinitas curvas  e ondulações do percurso. Já próximo ao começo da subida, Clarke e Minard, que estavam no grupo que chegou 17 minutos atrás do líder ontem, atacam na fuga tentando ganhar uma sobrevida.

Com o ínicio da subida, Cavendish, Greipel e outros sprinters começaram a ficar para trás enquanto a fuga, já desmanchada, era alcançada pelo pelotão. Pierre Rolland (Europcar) e um companheiro atacaram, passando Clarke, o último da fuga. O ritmo forte deixou outros ciclistas para trás, como Andy Schleck, que tem enfrentado vários problemas desde sua queda do Dauphiné no ano passado. Apesar disso, Schleck conseguiu se recuperar e chegar junto com o pelotão principal. Rolland foi o primeiro a passar pelo topo da montanha, ganhando os 5 pontos disponíveis e aumentando sua liderança no ranking de montanhistas.

Durante a descida até a chegada, Rolland continuou sozinho até ser alcançado por Sylvain Chavanel (Omega), Mikel Nieve (Euskatel) e Lars Nordhaug (Belkin). Com menos de 5km para o final, um reduzido pelotão, incluindo o favorito Sagan, alcança os quatro. A Cannondale formou um trem para Peter Sagan conseguir sua primeira vitória no Tour, mas a Orica GreenEdge tinha planos semelhantes para Simon Gerrans, embalado pelo companheiro Daryl Impey. Na marca de 1km para o final, Tom Dumolin (Argos) liderava com uma pequena distância, e após a fechada curva à direita antes da chegada, o trem da Cannondale vinha à frente do trem da Orica. Nos últimos metros, um lead-out incrível de Impey lançou Gerrans à frente de Sagan, que tentou retomar a ponta no sprint final. O photofinish mostrou que foi Gerrans que passou alguns centímetros à frente de Sagan.

Foi foi a segunda vitória no Tour do vencedor da Milão-São Remo de 2012, depois da 15ª etapa em 2008. Como consolação para Sagan, ele é o novo dono da Maillot Vert, com 17 pontos de vantagem para Kittel. Com o trabalho de sua equipe, Jan Bakelants (RadioShack) continua com a Maillot Jaune de líder.

Os últimos quilômetros:

Vídeo com os bastidores da Orica-GreenEdge, do vencedor Gerrans

Tweets do dia:

Classificação da etapa:

  1. Simon Gerrans (Aus) Orica-GreenEdge    3:41:24
  2. Peter Sagan (Svk) Cannondale
  3. Jose Joaquim Rojas Gil (Spa) Movistar
  4. Michal Kwiatkowski (Pol) Omega Pharma-Quick Step
  5. Philippe Gilbert (Bel) BMC
  6. Juan Antonio Flecha Giannoni (Spa) Vacansoleil-DCM
  7. Francesco Gavazzi (Ita) Astana
  8. Maxime Bouet (Fra) AG2R La Mondiale
  9. Julien Simon (Fra) Sojasun
  10. Gorka Izaguirre Insausti (Spa) Euskatel-Euskadi

Classificação geral:

  1. Jan Bakelants (Bel) RadioShack Leopard    12:21:27
  2. Julien Simon (Fra) Sojasun    00:00:01
  3. Simon Gerrans (Aus) Orica-GreenEdge
  4. Michal Kwiatkowski (Pol) Omega Pharma-Quick Step
  5. Edvald Boasson Hagen (Nor) Sky Procycling
  6. Daryl Impey (RSA) Orica-GreenEdge
  7. David Millar (GBr) Garmin-Sharp
  8. Sergey Lagutin (Uzb) Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team
  9. Cadel Evans (Aus) BMC Racing Team
  10. Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale

Classificação por pontos:

  1. Peter Sagan (Svk) Cannondale    74pts
  2. Marcel Kittel (Ger) Team Argos-Shimano   57
  3. Alexander Kristoff (Nor) Katusha    48
  4. Michal Kwiatkowski (Pol) Omega Pharma-Quick Step    41
  5. Lars Boom (Ned) Belkin Pro Cycling Team    40
  6. Danny van Poppel (Ned) Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team    39
  7. Jose Joaquin Rojas Gil (Spa) Movistar Team    36
  8. Simon Gerrans (Aus) Orica-GreenEdge    32
  9. Juan Antonio Flecha Giannoni (Spa) Vacansoleil-DCM Pro Cycling Team    32
  10. Jan Bakelants (Bel) RadioShack Leopard    30

Classificação de montanhas:

  1. Pierre Rolland (Fra) Team Europcar    10pts
  2. Simon Clarke (Aus) Orica-GreenEdge    5
  3. Blel Kadri (Fra) AG2R La Mondiale    5
  4. Mikel Nieve Ituralde (Spa) Euskaltel-Euskadi    3
  5. Cyril Gautier (Fra) Team Europcar    2
  6. Lars Boom (Ned) Belkin Pro Cycling Team    2
  7. Lars Petter Nordhaug (Nor) Belkin Pro Cycling Team    2
  8. Brice Feillu (Fra) Sojasun    2
  9. Alexis Vuillermoz (Fra) Sojasun    2
  10. Juan Jose Lobato Del Valle (Spa) Euskaltel-Euskadi    1

Classificação dos jovens:

  1. Michal Kwiatkowski (Pol) Omega Pharma-Quick Step    12:21:28
  2. Romain Bardet (Fra) AG2R La Mondiale
  3. Peter Sagan (Svk) Cannondale Pro Cycling

Classificação por equipes:

  1. RadioShack Leopard    37:04:23
  2. BMC Racing Team     00:00:01
  3. Vacansoleil-DCM
  4. Lampre-Merida
  5. Orica Greenedge

Ciclista mais combativo: Simon Clarke (Aus) Orica-GreenEdge

Logo após o final da etapa as equipes seguiram para Nice, na costa do Mediterrâneo para a 4ª etapa. Um contra-relógio por equipes percorrerá planos 25km ao longo da costa e do vale do rio Var.

Perfil da 4ª etapa.

About these ads

Um comentário sobre “Tour de France – 3ª Etapa – Ajaccio – Calvi

  1. Pingback: Tour de France – 4ª Etapa – Nice – Contra-relógio por equipes | Ciclocoisas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s